amscompany

PESSOAS SÃO O MAIS IMPORTANTE

Arquivos Mensais: junho 2015

DIETA: O AÇÚCAR ESCONDIDO NOS REFRIGERANTES

Você inclui regularmente refrigerantes na sua dieta alimentar? Já pensou na quantidade de açúcar que contêm?

GRANDE PARTE DA POPULAÇÃO NÃO TEM CONSCIÊNCIA DA QUANTIDADE DE AÇÚCAR QUE INGERE DIARIAMENTE NA SUA DIETA ALIMENTAR. PARA ALÉM DO AÇÚCAR QUE É ADICIONADO LIVREMENTE (CHÁS, CAFÉ, LEITE), EXISTEM MUITOS ALIMENTOS QUE CONTÊM ELEVADAS QUANTIDADES DE AÇÚCAR. EXEMPLO DISSO SÃO OS REFRIGERANTES.

É comum ouvirmos que apenas os refrigerantes com gás são prejudiciais à saúde. No entanto, existem vários tipos de sumos que aparentemente são isentos de açúcar mas não são totalmente saudáveis.
Um néctar é constituído por sumo e polpa de fruta, água e açúcar. Caso seja um néctar light, contém adoçantes como substituição de uma parte ou da totalidade do açúcar.
Os sumos 100% fruta são constituídos por sumo e polpa de fruta, sem qualquer outra adição. Apesar de não contem adição de açúcar refinado, não podemos desprezar o facto de a fruta ser uma fonte rica em açúcar natural (frutose).
Os refrigerantes provêem da diluição de sumos ou extratos vegetais em água. Apresentam um teor mínimo de sumo de 6% com a adição de corantes e aromatizantes. Existem versões gaseificadas e não gaseificadas.
O Açúcar destas bebidas é considerado uma caloria vazia, ou seja, fornece energia rápida que é convertida em gordura, mas não possui qualquer nutriente benéfico para o organismo.
O açúcar causa dependência e potencializa o desenvolvimento de doenças como: diabetes tipo II, câncer, obesidade, hipertensão, arteriosclerose, infertilidade, doenças degenerativas do sistema nervoso e cáries dentárias.
Ams Academia
Anúncios

COMO EMAGRECER EM UM MÊS: DICAS FUNDAMENTAIS

Como emagrecer num mês? Veja as nossas dicas.

DECIDIU QUE QUER PERDER PESO E AQUELAS GORDURINHAS EM EXCESSO? PERCEBA QUE A PERDA DE PESO SAUDÁVEL (ISTO É, A PERDA DE PESO ESSENCIALMENTE ÀS CUSTAS DE MASSA GORDA) LEVA O SEU TEMPO E PODE NÃO SER ASSIM TÃO FÁCIL. DESCUBRA, AINDA ASSIM, COMO EMAGRECER LIGEIRAMENTE NO PRIMEIRO MÊS.

Se quer perder peso de forma saudável e sustentada e está disposto a lutar para alcançar isso, já deu o seu primeiro passo: está motivado!

Ao fazer algumas alterações no seu estilo de vida, pode começar a ver resultados já no fim do primeiro mês:1. Tome um café da manhã reforçado – é essencial para o bem-estar geral e capacidade de concentração e raciocínio e parece influenciar a qualidade das restantes refeições ao longo do dia.

como emagrecer1

2. Faça várias refeições ao longo do dia – assim vai conseguir controlar o seu apetite, não chegando a qualquer refeição esfomeado e, consequentemente, controlar a quantidade de alimento.

3. Evite petiscar ao longo do dia – pode não parecer, mas os “petiscos” vão ter grande influência na balança do total de calorias ingeridas ao final do dia.

4. Mastigue calmamente os alimentos – a mastigação é importante para uma melhor absorção e digestão dos alimentos.

5. Garanta uma alimentação completa, equilibrada e variada – baseada na Roda dos Alimentos, guia alimentar.

6. Elimine o açúcar e produtos açucarados da sua dieta alimentar – aqui incluem-se tanto alimentos (bolachas, chocolates,…) como bebidas (refrigerantes e outras); esteja atento aos rótulos para ter a certeza que não está a ingerir açúcar escondido nos produtos industrializados.

como emagrecer2

7. Exclua os produtos salgados e gordurosos, as refeições pré-confecionadas e os molhos industrializados.

8. Evite as bebidas alcoólicas – são bebidas altamente calóricas e sem qualquer utilidade funcional.

9. Procure um nutricionista  – um profissional em quem confie e o apoie nesta fase será muito importante. Ele irá ajudá-lo a traçar objetivos realistas e orientar um plano alimentar equilibrado, tendo em conta as suas necessidades nutricionais e o seu quotidiano. Evite as restrições severas e desnecessárias.

Nutricionista

10. Aumente a sua atividade física diariamente – aumentar a atividade física é um aliado crucial para emagrecer.

11. Não desista! – Esteja rodeado por pessoas que o apoiem, seja por profissionais de Educação Física de confiança, seja pela sua família e não se desanime com facilidade.

Ams Academia

Saiba mais

BENEFÍCIOS DO CAFÉ PARA PERDER PESO

Será que o café pode ajudar a perder peso?

PARA SE CONSEGUIR USUFRUIR DE TODOS OS BENEFÍCIOS DO CAFÉ NO QUE DIZ RESPEITO A PERDER PESO TERÁ QUE BEBÊ-LO SEM AÇÚCAR.

O consumo do café traz imensos benefícios para a saúde. Nos últimos dois séculos, poucas substâncias foram tão clinicamente estudadas como o café, sem nenhuma comprovação de que seja prejudicial à saúde. Muitos estudos demonstram o contrário, ou seja, os efeitos benéficos do café e de seu principal composto ativo, a cafeína.
Se consumir cerca de 3 a 4 xícaras de café por dia (o consumo diário recomendado) e juntar a cada café um sache de açúcar, no final do dia terá ingerido entre de 24 a 32 g de açúcar, se contabilizarmos apenas esta fonte de açúcar. Por conseguinte, no final do ano, terá consumido aproximadamente 11 kg. Por isso, é recomendável que beba café mas puro!

CAFEÍNA NO COMBATE AO EXCESSO DE PESO E OBESIDADE

Os principais fatores que explicam a perda de peso através de um consumo regular de café podem ser desenvolvidos a partir de três pontos-chave. Em primeira instância, as pessoas que bebem café apresentam um maior gasto energético diário. O café assume-se como responsável por um maior consumo energético base, uma vez que estimula o metabolismo e, por conseguinte, a termogénese, acelerando o processo que resulta da transformação de calorias dos alimentos em energia.
Desta forma, o organismo gasta mais calorias diariamente. Em segundo lugar, a cafeína potencia o processo de lipólise, que, por sua vez, se reflete numa degradação dos lípidos e posterior conversão de gorduras em reservas energéticas. Esta deterioração de lípidos leva a que os níveis de gordura corporal desçam, facilitando a manutenção ou recuperação do peso desejado.
Por último, o consumo regular de cafeína é sinónimo de uma maior sensação de saciedade. Assim, os snacks constantes ou os chamados pecados que as pessoas cometem tornam-se mais evitáveis, já que a pessoa não sente o desejo de ingerir alimentos constantemente. Logo, a ingestão de calorias é mais controlada.
tabela café
Tabela 1: Composição nutricional média de uma xícara de café.

OUTROS BENEFÍCIOS COMPROVADOS DO CAFÉ

Efeito estimulante e Melhora a concentração: O principal componente do café é a cafeína. Esta substância quando consumida em doses moderadas tem ação estimulante. Assim, o sono diminui e a energia aumenta, melhorando a concentração e consequentemente a capacidade de aprendizagem.
Melhora o desempenho do exercício físico: Devido à ação estimulante da cafeína, o café irá ajudar as pessoas a terem mais energia para praticar exercícios. A bebida irá estimular a ação dos músculos durante exercícios prolongados, que passam a utilizar a gordura como fonte de energia em vez de açúcares. O que vai levar a uma redução da sensação de fadiga, melhorando o rendimento físico. Consequentemente, ocorre o aumento da força muscular, possibilitando maior grau de carga e repetições de execução do exercício após a ingestão de cafeína.
exercício físico perder peso
Protege o sistema respiratório: Diversos estudos, entre eles um realizado pelo Cochrane Database Review em 2010, apontam que o café tem um efeito broncodilatador e por isso é bom para quem tem e para prevenir a asma. Além disso, a bebida também reduz a fadiga dos músculos respiratórios.
Diminui o risco de depressão: Diversas pesquisas demonstraram uma associação inversa entre o consumo de café e o risco de suicídio. Ainda não se sabe exatamente a razão deste benefício. É conhecido que doses moderadas de cafeína interferem positivamente no humor. Além disso, o ácido acético, presente em boas quantidades no café, apresenta efeito antidepressivo quando administrado em animais.
cafe perex
O café melhora o desempenho físico
O café tem forte ação antioxidante e ajuda a emagrecer
Previne o Parkinson: Estudos apontam que o café tem sido eficaz na prevenção do Parkinson. Em um deles, homens que consumiam pelo menos 3 a 4 xícaras de café por dia apresentavam um risco cinco vezes menor de desenvolver Parkinson, do que os não consumidores. Num outro estudo prospetivo, homens que consumiam diariamente a quantidade de cafeína correspondente a uma xícara de café possuíam um risco 50% menor de desenvolver a doença, não tendo sido encontrada qualquer associação em relação ao consumo de descafeinado. Por isso, acredita-se que é a cafeína que ajuda a prevenir o Parkinson.
Previne diabetes tipo 2: Estudos realizados em animais observaram que o café, tanto a versão normal quanto a descafeinada, ajuda a prevenir o diabetes tipo 2. Pesquisas feitas com ratos observaram que o ácido clorogênico presente na bebida provoca a diminuição da concentração de glicose e aumento da sensibilidade à insulina.
Previne câncer: Isto porque ele possui ação antioxidante e irá combater os radicais livres que favorecem o aparecimento de tumores.
Diminui o risco de morte: Um estudo feito com mais de 400 mil homens e mulheres americanos e publicado na revista científica New England Journal of Medicine concluiu que o consumo moderado de café pode estar inversamente relacionado à mortalidade total. Os tomadores de café apresentaram menor mortalidade por causas cardíacas, doenças respiratórias, acidente vascular cerebral, causas externas, diabetes e doenças infecciosas.

QUANTIDADE RECOMENDADA DE CAFÉ POR DIA

A quantidade recomendada de café varia entre 2-3 cafés de 50 ml por dia para pessoas saudáveis.
O café é uma das principais fontes de cafeína disponíveis. Apenas uma xícara de café de 50 ml, tem mais quantidade de cafeína, do que 250ml de chá preto, chá verde, 20g de chocolate negro de 70% de cacau e 330ml de bebidas energética (ex: red bull).
Contudo, quando comparado com o chá preto e verde, o café não contém tantos antioxidantes.
O excesso de café pode ser considerado algo acima de 4 xícaras de 50 ml por dia.
Ams Academia

DIETA ANTI-ENVELHECIMENTO

 

Nascer, crescer, amadurecer e envelhecer. Sabemos que este é ciclo natural da vida, contudo, atrasar o envelhecimento e ficar jovem durante mais tempo é um dos nossos maiores desejos.

O MELHOR MÉTODO ANTI-ENVELHECIMENTO DEVE COMEÇAR CEDO E PASSA POR UM PROCESSO QUE DEVE VIR DE DENTRO PARA FORA. O NOSSO ESTILO DE VIDA TEM UM GRANDE IMPACTO NESTE PROCESSO, PRINCIPALMENTE A DIETA ALIMENTAR QUE SEGUIMOS.

Em geral, uma dieta alimentar equilibrada e adequada nutricionalmente às necessidades de cada pessoa previne o processo de envelhecimento; há estudos que demonstram que uma alimentação rica em legumes e hortaliças, leguminosas, cereais integrais, fruta e peixe associa-se a maior longevidade e melhor saúde.
Por outro lado, uma alimentação que tenha por base alimentos ricos em gordura saturada e/ou açúcares e com excesso de calorias (tendo em conta as necessidades de cada um) associa-se ao envelhecimento precoce.
dieta anti envelhecimento2
O envelhecimento ocorre devido aos danos que as células do nosso organismo sofrem ao longo do tempo como consequência de agressões provenientes do exterior e do interior. As agressões interiores são aquelas que resultam de processos fisiológicos, por exemplo na respiração ou na produção de energia, em que se formam umas moléculas (radicais livres) com a capacidade de danificar células saudáveis.
A boa notícia é que há alimentos capazes de combater estas moléculas graças ao seu poder antioxidante.
Os alimentos com propriedades antioxidantes diminuem os danos celulares e aumentam a capacidade de reparação. Assim, a longevidade aumenta e previnem-se doenças típicas como doenças cardiovasculares, alguns tipos de cancro, Alzheimer,…
Os antioxidantes estão maioritariamente presentes nos legumes e hortaliças, fruta e frutos gordos, sementes e cereais integrais.
dieta anti envelhecimento
Destacam-se os vegetais de folha verde escura (como o espinafre, brócolo, couve) – ricos nas vitaminas A, C e E, bom como em flavonóides.
Os legumes e frutas de cor amarelo-alaranjados como a batata doce, abóbora, cenoura, manga, papaia;
Os frutos vermelhos (amora, mirtilo, framboesa), o morango, o kiwi e os frutos cítricos.
E, por fim, as sementes oleoginosas (como por exemplo as sementes de girassol), os frutos gordos (avelã, noz, amêndoa) e ainda o chá.
Em resumo, se tivermos uma dieta alimentar variada e equilibrada, ajustada às nossas necessidades, aliando a ingestão de água adequada e a prática de exercício físico poderemos manter-nos jovens e com saúde, atrasando assim o envelhecimento.