amscompany

PESSOAS SÃO O MAIS IMPORTANTE

COMO A PROTEÍNA SE TRANSFORMA EM MÚSCULO?

AS PROTEÍNAS POSSUEM DIFERENTES E IMPORTANTES FUNÇÕES NO NOSSO ORGANISMO.

Podem atuar no transporte de substâncias como, por exemplo, o oxigênio; sistema de defesa do organismo, neutralizando e combatendo vírus ou bactérias; funcionam como enzimas em reações químicas e promovem a regulação de hormônios; fornecem ainda energia ao nosso organismo e a nível estrutural, participam na construção de novos tecidos, conferindo-lhes resistência e elasticidade, permitindo a manutenção da massa muscular e esqueleto.
Os principais fornecedores  de proteínas de origem animal: peixe, carne, ovo, leite, queijo e iogurte.
Existem alguns alimentos de origem vegetal que também fornecem quantidades significativas de proteínas como por exemplo as leguminosas (feijão, grão, ervilhas…), que  contribuem de forma

importante para a quantidade proteica diária, diminuindo assim as necessidades em proteínas provenientes de alimentos de origem animal. Contudo, o nosso organismo não precisa de quantidades exageradas de proteínas, pois o excesso, a ser aproveitado, é usado na constituição de reservas de gordura.

O processo de digestão destes nutrientes, começa na boca através de enzimas provenientes da saliva e mastigação. Este processo é contínuo e perdura até que o alimento chegue ao estômago, onde ácidos mais fortes (suco gástrico), terminam o processo digestivo, fazendo com que o alimento esteja pronto para ser absorvido e utilizado pelo organismo.
proteína m
Toda a proteína necessária para o músculo é transportada do intestino para a corrente sanguínea na forma de aminoácidos. Para que a síntese proteica ocorra, é necessário um estímulo para que os aminoácidos formem uma combinação específica. Este estímulo ocorre sempre que o tecido muscular é “danificado” ou colocado sob stress como por exemplo aquando do exercício físico, que coloca este tecido sobre pressão ainda maior, sendo requerida uma quantidade extra de proteína para que ele possa recuperar e crescer.  Este estado, é considerado um estado ótimo que se designa por anabólico, em que ocorrem um conjunto de reações para armazenamento de energia e reconstrução dos tecidos musculares.
Assim, a ingestão de proteínas é benéfica sempre que os músculos são utilizados de forma intensa, devendo ser consumida ao longo do dia em quantidades adequadas em função do objetivo de cada pessoa, antes mas sobretudo após o treino, uma vez que a sua síntese continua a ser realizada em repouso.
EQUIPE AMS ACADEMIA
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: